Verdades Inconvenientes

Homem de carne e osso
Desses que todos conhecem
Arcabouço de arrogância
Em crise decadente.

Homem de artimanhas intensas
Que crê possuir uma armadura e
[salvo o engano e esquecimento]
Entrega-se a concretude da transparência.

Homem desnudo, desmascarado.
Em abstrata condição natural.
Atravessa a cidade
Na ilusória sensação de
Ser o que não é.

O homem caminha pronunciando belas palavras,
Mas a tua boca exala a hipocrisia
Diz enxergar as dificuldades do mundo.
Mas teus olhos exalam injúria.
Levanta placas em protestos.
Mas teu corpo exala a indiferença
Diz acreditar no amor,
Mas teu corpo exala a discórdia.
Teu corpo exala a podridão humana.

Os teus poros, vísceras e vértebras,
Exalam ferrugem e carvão.
Teu corpo exala as próprias fraquezas,
E meu ser é de todo comiseração.

Pra quem só é aparência.
A nudez do homem
É uma verdade inconveniente.
Guardada em silêncios impuros.
Pelo pobre ser que será apenas pó. 

6 comentários:

Gabriele Santos disse...

Que lindo seu catinho *-*. Ainda não conhecia e fiquei encantada *-*.
Gostei ainda mais das tuas palavras. Teus versos são verdadeiros e nos fazem refletir sobre as nossas próprias máscaras, como estamos vivendo de aparências.
Beijos.
http://gabipuppe.blogspot.com.br/

Stella Rodrigues disse...

No fim, todo homem é igual. E todos morreremos no final.

Thaís. disse...

Mas aqui tá lindo demais, menina! E a poesia, então? Eu adorei. Tenho cá minha queda por poesias, devo confessar. Mas a forma como você levou a poesia do início ao fim sem perder o foco foi muito boa! Parabéns, viu?
Um beijo, @pequenatiss.

Felipe Duque disse...

Lindo, querida! Fez-me recordar do conto "o rei está nu".

Parabéns!

Jéssica Peres disse...

Você consegue deixar até a hipocrisia elegante com suas palavras hein...
Brincadeira, hipocrisia é hipocrisia sempre, e nós infelizmente somos hipócritas até sem perceber.


Enfim, sempre com suas sábias palavras!

gabriela m. four disse...

Ué, tá instalado ;)
hahaha

mas, seria bom retirar ou editar essa imagem no topo, né?

;*