Som das mãos


É feito de ternura,
de um humor transparente.
É sensibilidade pura,
e tem um sorriso crescente.

A inocência da juventude
resplandece no olhar,
Ah...o olhar - a viagem pelo ser -
diz tanto, brilha tanto,
reflete a alma e os sonhos.

Nas mãos tem a sabedoria,
mãos graciosas,
refletem minuciosamente
a fala silenciosa.

Foi assim, ao conhecê-lo
que aprendi que o silêncio não dá medo,
que não é vazio e sim imensidão,
que não é preciso ouvir as batidas do coração
                                                     [para amar]

É preciso apenas sentir, sonhar e sorrir
Rir da vida.

Para Jeans - o dono das mãos graciosas.

Meus queridos, que saudade eu estava de escrever aqui, mas o colégio ocupa muuuito o meu tempo e a minha inspiração também.Entretanto, para a minha felicidade na aula de Português dessa semana a prof. pediu-me para escrever sobre um amigo da turma, algo como um amigo secreto, foi muito interessante, melhor ainda porque escrevi sobre uma pessoa encantadora e que admiro muito devido a toda sua determinação. Jeans, um deficiente auditivo que pra mim é um grande exemplo de superação. Espero que tenham gostado. Beijos.

2 comentários:

Stella Rodrigues disse...

Adoro suas coisas daqui, lindo poema (:

onourcloset disse...

eu amo poesia.
e nunca vi um blog só de poesia..
eu me aventuro com umas rimazinhas ai.

gostei daqui.
o nome do blog é lindo, e o layout super combina.

Beijooooooos chery ;*
@gabi_closet
http://onourcloset.blogspot.com/