A casa amarela

Imagem por Artur Franco
Pelas cidades e ruas
esquinas,becos e vielas,
há sempre a casa amarela
cheia de quinas e cantos.
Já perdeu seu encanto,
mas sorri com teimosia.

5 comentários:

Alan Félix disse...

continua sorrindo e alegrando!

Rubens da Cunha disse...

obrigado pela visita ao Casa de Paragens... aqui, fico feliz com a tua juventude tão apaixonada por poesia... é como diz Hilda Hilst, enquanto o poeta vive o homem está vivo

abraços

Rubens da Cunha disse...

obrigado pela visita ao Casa de Paragens... aqui, fico feliz com a tua juventude tão apaixonada por poesia... é como diz Hilda Hilst, enquanto o poeta vive o homem está vivo

abraços

Fernando Rozano disse...

as cores que dão vida à casa teimam em viver na poesia. meu abraço.

Brenda Matos disse...

Casinha amarela... que bela. :)