Quando morro de medo do mar...

O que você quer, não é fácil pra mim, às vezes eu preferiria saber voar do que me entender.Me diga como eu posso ser assim? Meu coração só cala e consente, sente lá no fundo um pouco de tudo desse mundo.E tantas dores juntas numa só alma feliz,que carrega em si uma obrigação de tantos outros.Onde eu quero ir não é tão simples assim, porque às vezes eu não consigo caminhar sozinha,correntes presas com a força do mar,sem liberdade, sem sair do lugar, eu não quero só ver as ondas me carregar, eu quero saber como chegar lá.Meu medo maior saber que não se chega a lugar nenhum parada, me diga, o que você quer? Me vejo tão triste...mas talvez, você nem queira saber.Me espera vai... eu só quero tempo pra te alcançar, eu sei que consigo, não me deixa caminhar sozinha, a noite é linda e temos muitos sonhos ainda...

2 comentários:

Luuh disse...

Lindo,lindo *_*

É verdade, tentamos alcançar a cada dia mais e mais conhecimento e bens, mas o maior bem, q é o q está dentro de nós, e alguns chamam de "sentimento", outros de "essência", e muitos não tem sequer uma definição, esses acabamos esquecendo na competição do dia-a-dia.

Nos sentimos mal quando outros são melhores do q nós em alguma coisa, mas esquecemos de q só em VIVER, já somos vitoriosos... Tentamos alcançar beleza, ao mesmo tempo q dizemos q ela não importa tanto, para dar uma de "politicamente correto", mas no fundo no fundo, quase todos a almejam, na simples e fútil tentativa de "ser aceito", tentativa essa q muitas vezes é inútil, pois como quase todos estão empenhados nessa busca, acabamos por nos tornar seres egocêntricos, q desejam apenas o efẽmero.

Bem, acho q escrevi demais, desculpe a enrolação, hihi

=]]]

:*

Ulli Uldiery disse...

=)
Verdade, foi o que tentei transmitir no texto. Obrigada pelos seus elogios e continue me visitando e escrevendo sempre mais.:]

Beijos.